CLICK HERE FOR FREE BLOGGER TEMPLATES, LINK BUTTONS AND MORE! »

quarta-feira, dezembro 22, 2010

Então é (quase) Natal

Não comprei uma árvore de Natal esse ano como tinha prometido no ano passado. Também não adotei uma cartinha dos correios para presentear uma criança no Brasil. Não mandei presentes para a família. Esse ano nem ao menos mandei cartões de Natal. Nenhum. Nenhunzinho. Shame on me. Mas o Natal chegou que eu nem vi, e agora não adianta mais me lamentar. 

Mais do que isso, eu demorei (se é que consegui) entrar no clima. Decidi tentar, pelo menos. 

Comprei todos, pelo menos quase todos os meus presentes. Todos aí embrulhadinhos desde hoje pela manhã:

Os pacotes vermelhos são os que I. vai dar no amigo "secreto" da família. Os dourados com laço os que eu vou dar. E os de papel bem infantil são meus para I.

Na falta da árvore eles estão no sofá da sala mesmo. Os que I. comprou pra mim, eu sei, estão no armário dele. Acredite se quiser, resisto e resistirei bravamente à tentação quase insana de ir lá dar uma espiadinha. Só não o faço para não estragar a surpresa dele, que durante o ano todo presta a maior atenção em tudo o que eu digo que quero e que gosto, e que gasta todo o bônus de Natal e boa parte do salário, comigo. E faz questão da surpresa. 

Faltaram os cartões para acompanhar os presentes. Faltou comprar uma coisinha a mais pra I. (que eu procurei ontem e não encontrei). Faltou um presente surpresa de última hora. Hopefully vou conseguir fazer tudo amanhã, já que conto com a vontade de ir pra casa cedo boa vontade do meu chefe para sair antes das 17h. 

Como ando otimista também ainda acho que vai dar tempo de fazer o bolo prestígio para levar para a casa da sogra, fazer as malas, passar no mercado para comprar revistas e bobeiras para comer no caminho. 

Mesmo com uma gripe daquelas (que me acompanha desde segunda-feira) estou a mil. Não tenho dormido bem, mas ainda assim quero fazer de tudo e mais um pouco. 

Sexta feira pela manhã, eu, I. (extremamente empolgado com o Natal esse ano), o pequeno E. na barriga (que agora deu para mexer pra valer aqui dentro), e o amigo C., visita luxo do Brasil (e convidado especial dos Sorensen para esse Natal) pegamos a estrada rumo as montanhas de Killarney, onde eu espero descansar, ler muito, e ser extremamente paparicada pelos sogros que esperam o primeiro neto. Afinal, eu preciso ser compensada pela falta de álcool desse Natal.

Aliás, Natal esse que marca o fim de um ciclo na minha vida. 

Quando eu volto a passar por aqui, não sei. Pode ser amanhã. Pode ser só no ano que vem. E agora por ordens médicas, eu planejo menos, e deixo as coisas acontecerem (ou pelo menos tento).

Para você que passa por aqui:

"Although it's been said, many times, many ways, Merry Christmas to you"

Da minha família, para a sua.

N.

8 comentários:

Lix disse...

Feliz Natal!

Obrigada pela dica do panettone :)

Ana disse...

Feliz Natal para vocês também from the Taylors :)

K∂riиє* Smith. disse...

Eeeeeee
Felixxxx natal!
beijo na pancinha!

cesarbardo disse...

Que legal ler o seu blog daqui de perto! =D

Merry Christmas! E espero que a tosse passe!

Renata disse...

Feliz Natal da família Reis... Um beijo e felicidades!

Manu Martins disse...

Feeeliz Natal =]]

bjao

Cath disse...

Feliz Natal, Ni. Eu tb demorei pra entrar no clima de Natal ainda mais depois de tudo o q eu passei, mas gracas ao bom Deus no final tudo deu certo bjuuuuu

Mr. Lemos disse...

Espero que o natal tenha sido bom e que o ano novo seja sensacional! Nos vemos na volta, querida! Bjão e tudo de ótimo pra vcs três...