CLICK HERE FOR FREE BLOGGER TEMPLATES, LINK BUTTONS AND MORE! »

quarta-feira, abril 07, 2010

A Copa do Mundo e o DESorgulho de ser brasileiro

Os brasileiros falam alto. ALTO. Devo ter ouvido isso a primeira vez numa aula da Cultura Inglesa, eu acho. Mas notei por conta própria mesmo ao trocar a tecla sap da TV para ver a programação em inglês. A diferença de volume entre as duas linguas é gritante.

Andando pelo centro de Dublin, principalmente em direção a O'Connell Street, na zona norte da cidade, você vai sempre ouvir muito português. Não é só sinal de que tem brasileiro de monte vivendo aqui, afinal tem muitas outras nacionalidades também. No entanto, você ouve muito menos inglês, ou polonês, porque os brasileiros falando sempre chamam muito a atenção.

Achava que era só eu que notava isso, mas outro dia conversando com I., ele concordou. E na Embaixada do Brasil aqui em Dublin, por exemplo, tem até um aviso de que entre outras coisas, é proibido falar alto. 

Eu falo alto também, não me excluo, principalmente porque sou meio surda (todos aqueles anos com um fone de ouvido quase em tempo integral, tanto que minha mãe avisou!). Mas quando falo inglês tento, pelo menos, soar um pouco menos "estrangeira". Não porque eu não quero soar brasileira, ou ser reconhecida como uma (mesmo porque isso seria impossível). Simplesmente pelo fato de que eu sempre quis que meu inglês fosse o melhor possível. Depois de anos de estudo, e agora vivendo e falando inglês em tempo integral, não sobra muita coisa para aperfeiçoar, a não ser rhythm and intonation. Eu adoro ser reconhecida como brasileira, por inúmeras razões, mas não pelo inglês que eu falo. 

Enfim, nem é sobre isso que eu quero escrever, mas eu chego lá...

No domingo de Páscoa, I. e eu fomos ver a Copa do Mundo. O troféu, que está em turnê pelo mundo, estava exposto em Dublin, num evento patrocinado pela Coca-Cola. 

A fila na Dawson Street estava relativamente grande, mas o dia estava lindo e não nos importamos de esperar. Nem demorou muito. Na entrada você passa por uma espécie de corredor com fotos de todos os capitães que ergueram a taça. Depois vem uma sala, com mais fotos, imagens e rankings. E na sequência vêm uma sala com a história da Irlanda na Copa. 

Antes de se formar uma fila para tirar uma foto com a taça (a minha está aí no final do post), você passa por uma sala com um telão e recebe um par óculos 3D, para a exibição de um pequeno filme, de cerca de 6 minutos. 

A sala é escurecida e os efeitos são bem legais. Todo mundo está em silêncio. Até que, do outro lado da sala, um grupo de pessoas começa a falar ininterruptamente, e alto. E em bom português. Me irrito profundamente com o fato de ter que compartilhar de opiniões que eu não quero ouvir!! Eu quero assistir ao filme, em silêncio, como todas as outras pessoas naquela sala (nem as muitas e muitas crianças estavam falando). I. me cutuca e sussurra no meu ouvido: "são brasileiros". Sim, I. São brasileiros, sim, infelizmente.

N



3 comentários:

Ana Flavia disse...

Menina, é verdade! Eu falo super alto e me envergonho disso. Outro dia, a minha professora de alemäo disse queos sul americanos (somos 3 na sala) säo de modo geral barulhentos e tive de dar razäo a ela. Mas eu tenho me esforcado tb pra ser mais educada pq falr baixinho é muito chique e as pessoas se chegam pertinho pra ouvir..

F.Pamplona disse...

O pessoal do apartamento tava louco para conferir a Copa do Mundo. Infelizmente, não conseguimos tickets.

E, sim, puta merda, os brasileiros fazem questão de falar mais alto que os outros. Chega a dar nos nervos! Eita gente que gosta de aparecer...

Abraços!

K∂riиє* Smith. disse...

Falam alto ,sem parar e com muito palavrão.

Aliás, tem gente até que escreve ALTO ASSIM EM CAPS LOCK pra enfatizar que é brasileiro mesmo, ou você nunca se deparou com esses tipos na internet? profundamente irritante.

Nessas horas eu digo para o rosinha que eles não são brasileiros, são russos.... hahaha