CLICK HERE FOR FREE BLOGGER TEMPLATES, LINK BUTTONS AND MORE! »

sexta-feira, outubro 01, 2010

Too posh to push


Uma das únicas certezas que eu tinha na vida, no que se refere a filhos, era a de se um dia eu os tivesse , optaria por uma cesárea. Sempre soube disso, muito antes ainda de querer tê-los. Mas como eu já disse, diversas outras vezes, eu vivo para pagar minha língua. Muito menos por convicção do que por opção, vale mencionar.
Com todo o respeito às mulheres que optam por um parto normal,  eu acho uma bobagem só essa estória de que o parto normal aproxima mais a mãe do bebê, que é menos traumático para a criança, blá, blá,blá. Acredito sim, que traga vantagens, como a recuperação mais rápida e menores riscos de complicação. Mas eu queria mesmo era mais drogas e menos dor. Muito mais drogas do que dor. Aliás, se eu pudesse estar desacordada durante todo o procedimento, melhor. Dor de parto não me pertence. Me parece meio século passado essa coisa de morrer de dor para parir.  E don’t even get me started com a idéia de ter o parto em casa (coisa de hippie que vai chamar o filho de Apple, River, etc. e tal). Definitely not me.
Mas voltando ao assunto,  ao contrário do Brasil, onde a porcentagem de cesáreas pode chegar a 80% do total de partos (a taxa mais alta do mundo), aqui na Irlanda, que segue as recomendações da OMS (organização mundial de saúde) que sugere que essa taxa fique abaixo dos 15%, cesárea só no caso de algum problema com a mãe ou a criança. (fique a vontade para bater na madeira se for supersticioso).
Caso eu tivesse um plano privado de saúde, poderia contrariar a maioria, mas na rede pública, não existe mesmo outra opção.
O que eu preciso desde agora é me acostumar com a idéia e tentar pensar no lado bom, mais uma vez: menores riscos de complicação para mim e para o bebê, sem cicatrizes, recuperação mais rápida e sem dor (o que vai me permitir me locomover mais rápido e “aproveitar” o bebê) e possibilidade de amamentar logo após o parto. Ah, e sem contar que hoje em dia existe anestesia para isso também, para não dizer que os tempos não mudaram.
Quanto ao lado ruim, esse eu vou ignorar completamente. E agradeço desde já a sua compreensão ao não me lembrar que ele existe.
N.
Ps. Deus poderia ser russo e feito a gente feito matryoshka.

8 comentários:

K∂riиє* Smith. disse...

Aiiii carambola!
Olha, não posso opinar porque meu monte de filho nasceu de cesarea, inclusive aqui na Irlanda.
E vou te dizer que se tem um lado positivo de se ter parto normal é a cicatriz.
NO meu caso como já tinha tido o breno eles seguiram o corte já existente, mas sei de casos que ele cortam de uma ponta a outra, na verdade como aqui ninguem usa biquine mesmo, eles nao se preocupam com essa coisa estetica e mandam ver na faca...
Tirando que a recuperacoa pode ser mais rapida, no meu caso mesmo tendo sido cesarea foi but anyway...respira...concentra...fecha o olho e vaiiiiiiiiiiiiiiii ! hahaha


beijo

Ana disse...

Seguindo sua linha de raciocinio, é deitar na mesa e esperar o bebe sair!

sandra disse...

Venha ter seu baby aqui no Brasil, sem dor, sem sofrimento. Simples assim...

Dany Gouveia disse...

Ai eu sei bem oq eh isso, por isso resolvi ter o baby aqui no Brasil, pelo fato de poder escolher, pois sou mto medrosa e sensivel a dor =)
Mas todo caso nao pense nisso agora, eh sofrer antes e atoa...=)

Bjkas

Luciana Misura disse...

Nivea, acabei de adicionar o seu blog ao Mundo Pequeno http://www.mundopequeno.com que e um indice de blogs de brasileiros morando no exterior. Beijos!

Cath disse...

Oii Nivea. Amei o topico, desde q eu casei e moro aki em todas as conversas com marido, sogra e irlandeses em geral rola a questao do parto normal, epidural e gas do riso. Eu tremo na base soh de pensar.Soh que eu tb ja ouvi falar mtu de hospitais publicos em dublin que tem parteiras excelentes, mas isso foi da boca de africanas. Como eu sou um ser q quebra com um boo, eu estou pensando em ter o primogenito no Brasil mesmo. Assim mesmo eu acho que vc tira de letra e no fim das contas vai estar tao ansiosa pelo bebe que as dores vao passar rapidez!! bjuuuss e vitoria!!

Ivy Cerqueira disse...

poxa, meu cometário não saiu....

Blog da Pandinha disse...

Ni, TUDO na vida existe com lado bom e ruim, com perdas e ganhos. Então curta seu bb na barriga e quando chegar a hora de ele vir ao mundo, virá lindo, saudável, cheio de alegria para completar sua vida. Ao pegá-lo em seus braços, você nem se lembrará por qual via chegou a você! Bjs